8 coisas que você precisa saber sobre “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada” • MAZE // MTV Brasil
FilmesListasLivrosPosts

8 coisas que você precisa saber sobre “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada”

Léo Jannuzzi1477 views

Os “Potterheads” – como são conhecidos os fãs de Harry Potter – foram à loucura quando, em dezembro de 2013, a autora J.K. Rowling anunciou em sua conta no Twitter que uma nova história da saga seria contada; dessa vez no teatro. Três anos de muita especulação e ansiedade se passaram desde então e, finalmente, estamos às vésperas da estreia oficial da peça “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada”, oitava capítulo da série.

Pra te deixar por dentro de um dos assuntos mais comentados das últimas semanas no universo pop e também para celebrar o fim de semana de aniversário do bruxinho e sua criadora, o Maze listou as oito coisas que você PRECISA saber sobre o aguardado retorno de Harry Potter.

1 – Trama

Por mais estranho que possa parecer, a nova aventura de Harry, Rony e Hermione vai ser contada no palco, em uma peça dividida em duas partes, que entra em cartaz a partir de hoje, dia 30 de julho, em Londres, no Palace Theatre. O roteiro não foi escrito por J.K. Rowling, mas é baseado numa história original da autora, junto com os escritores John Tiffany e Jack Thorne.

Apesar de ter sido anunciada em 2013 como uma prequel (ou “prequência”, uma história que se passa antes do início da saga original), na verdade, “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada” é uma continuação. A oitava parte da saga prossegue, dezenove anos depois, de onde “Harry Potter e as Relíquias da Morte” parou.

Na nova trama, os personagens precisam lidar com problemas da vida adulta. Harry Potter, por exemplo, é um funcionário atarefado do Ministério da Magia, casado e pai de três crianças em idade escolar. Harry tem que lutar com um passado que se recusa em ficar pra trás, enquanto tenta se conectar com seu filho mais jovem, Aldo. O rapaz, que recebeu o nome em homenagem à Dumbledore, começa seus estudos de magia em Hogwarts e passa a sentir o peso de carregar o sobrenome Potter.

De acordo com a sinopse original, “passado e presente vão se misturar no palco, enquanto pai e filho terão que aprender uma desconfortável verdade: A escuridão vem de lugares inesperados”.

HP_10
Harry e Alvo Potter: Relação pai e filho

2 – Por que no Teatro?

Ao anunciar os planos para o projeto, J.K. Rowling tentou explicar porque escolheu levar ao palco a aventura em vez de publicar um novo livro. “Tenho certeza de que, depois de assistir à peça, o público vai concordar que este é o meio mais apropriado para apresentar a história” declarou a escritora, sem esclarecer muita coisa.

O que se sabe até agora é que o espetáculo não é um musical, embora haja música – a cargo da cantora britânica Imogen Heap – na encenação; e que a história será contada em duas partes, que poderão ser assistidas em duas sessões subsequentes ou em dois dias consecutivos. Portanto, sim, o público terá que pagar dois ingressos pelo espetáculo!!!

Serão mais de trinta atores em cena e o trio principal Harry, Rony e Hermione será interpretado, respectivamente, pelos atores Jamie Parker, Paul Thornley e Noma Dumezweni.

Faixada do Palace Theatre em Londres
Faixada do Palace Theatre em Londres

 3 – Vai sair o livro também? Por favor, nunca te pedi nada!

Embora J.K. Rowling ainda não tenha manifestado a intenção de publicar uma versão romanceada de “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada”, duas versões do roteiro da peça serão lançadas, em formato impresso e digital. Ou seja, pode ficar tranquilo, que você vai poder comprar, chamar de seu e colocar na estante ao lado do resto da coleção.

Porém, a própria Rowling ressaltou em seu Twitter que o que vai ser lançado é um SCRIPT, e não um livro como os fãs estão acostumados a ler.

Ainda assim, a versão impressa do roteiro servirá para acalmar os corações e aplacar a ansiedade dos fãs que não puderem comparecer à Londres para assistir à encenação. Da mesma forma que a peça, o livro será dividido em duas partes, publicadas em um único volume.

Serão lançadas duas versões do roteiro: a primeira, que chegará às livrarias gringas amanhã (31/07) – dia seguinte à estreia da peça e data do aniversário de Hary Potter e de J.K. Rowling – tem o título de “Special Rehearsal Editon” (“Edição Especial dos Ensaios”, em português), e trará a versão do script usado durante os ensaios e as apresentações testes. Mais para frente, uma edição chamada “Definitive Collector´s Edition” (“Edição Definitiva de Colecionador”), com o texto final da peça, substituirá a primeira versão.

Mesmo antes de ser lançado, o roteiro de “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada” já é um sucesso editorial nos EUA, tendo batido o recorde de pré-encomendas dos últimos nove anos. Recorde esse que pertencia ao próprio bruxinho, com o sétimo livro da série, “Harry Potter e as Relíquias da Morte”, que saiu em 2007.

4 – E no Brasil?

Até o momento, não há notícias sobre uma possível vinda da peça para o Brasil ou de uma montagem do espetáculo no país. Porém, para a alegria dos fãs, a editora Rocco já confirmou que lançará, no dia 31 de outubro, “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada – Partes um e dois”, livro-roteiro do espetáculo, traduzido para o português.

Capa do livro-roteiro
Capa da edição brasileira do livro-roteiro

5 – Hermione negra

Uma das novidades mais comentadas da peça foi a escalação da uma atriz negra para interpretar a bruxa Hermione Granger. Em “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada”, a atriz Noma Dumezweni, nascida na Suazelândia (pequeno país que faz divisa com África do Sul e Moçambique), fará o papel da bruxa que Emma Watson eternizou nos cinemas.

J.K. Rowling aprovou totalmente a decisão dos produtores da peça em escalar Noma para o papel. Pelo Twitter, a escritora declarou que nos livros nunca foi especificada a etnia de Hermione: “O cânone só dizia: olhos marrons, cabelo revolto e muito inteligente. Nunca foi especificada a pele branca”. Porém, alguns Potterheads mais desocupados rebateram a declaração da autora afirmando que no livro terceiro livro da saga, “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban”, em uma passagem sobre Hermione, Rowling escreveu: “sua cara branca aparecia atrás de uma árvore”.

Quem também aprovou a mudança foi a própria Emma Watson. Após assistir a um dos ensaios, a atriz inglesa teceu elogios sobre a encenação em sua página no Facebook: “Não tinha ideia do que esperar, e foi INCRÍVEL. Algumas coisas na peça estão até mais bonitas do que nos filmes”. Depois da apresentação, Emma foi até o camarim conhecer Noma, e depois comentou emocionada: “Ao assisti-la, me senti conectada com Hermione e as histórias de um jeito que não me sentia desde o lançamento de “As Relíquias da Morte”, o que foi um belo presente. Conhecer Noma e vê-la no palco foi como encontrar a versão mais velha de mim mesma e ouvi-la me dizer que tudo ficaria bem, o que, como você pode imaginar, foi imensamente confortante!”.

emma-watson-e-noma-dumezwen
As atrizes Emma Watson e Noma Dumezwen

 6 – J.K. Rowling contra os SPOILERS estraga-prazeres

Quando começaram as exibições de pré-estreia para a peça, J.K. Rowling divulgou um vídeo em seu Twitter (perceberam que ela é uma usuária bem ativa por lá, né?), pedindo aos fãs que guardem segredo sobre o que verão nas apresentações ou lerão no livro.

Numa tentativa de evitar que SPOILERS revelem detalhes da trama e comprometam a diversão do público, a autora gravou um apelo: “Vocês foram incríveis todos estes anos guardando os segredos de Harry Potter para não arruinar a experiência dos leitores que vieram depois. Peço mais uma vez que guardem os segredos e permitam que as audiências aproveitem “A Criança Amaldiçoada” com todas as surpresas da história”.

Até mesmo uma hashtag – #KeepTheSecrets – foi criada para engajar os Potterheads na campanha para evitar o vazamento de detalhes da aventura. Seria ótimo se rolasse mesmo, mas vamos combinar que vai ser beeeeeem difícil, heim?!?!

Assista ao apelo de J.K. Rowling (em inglês):

7 – Adaptação para o cinema

Ainda não é certo que “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada” chegue aos cinemas, porém a Warner Bros. já registrou a marca e garantiu os direitos sobre possíveis adaptações da obra para as telonas. Portanto, é BAS-TAN-TE provável que a peça vire filme (ou filmes; no plural) num futuro não muito distante. Que produtora de cinema no mundo se daria ao luxo de não filmar uma ou mais sequências de uma saga tão rentável?

8 – Mais Potter pela frente?

Harry Potter é uma franquia bilionária e um fenômeno mundial. Nas livrarias foram, sete livros oficiais, que, juntos, venderam mais de 450 milhões de cópias em mais de 200 países e 73 idiomas diferentes. Nos cinemas, a série arrecadou mais U$ 7,7 bilhões com os 8 filmes lançados entre 2001 e 2011. Isso sem contar produtos relacionados como sites, brinquedos e parques temáticos, que fazem sucesso no mundo todo. Portanto, é pouco provável que uma franquia de tanto sucesso seja descontinuada tão cedo.

Agora, de que maneira a história do mundo mágico de Harry Potter continuará a ser contada é que é um grande ponto de interrogação. J.K. Rowling continua expandindo esse universo com alguns livrinhos, escritos para apoiar causas beneficentes, como “Animais Fantásticos e Onde Habitam” (2001), que em breve chegará ao cinemas; “Quadribol Através dos Séculos” (2001); e “Os Contos de Beedle, o Bardo” (2007). O mais legal é que, além desses títulos serem parte da história de Potter, sendo citados em diferentes momentos nos livros originais, eles trazem informações que complementam a mitologia da série.

Entre outros trabalhos de Rowling relacionados à saga estão uma prequência curtinha, lançada em 2008; e contos escritos para o site Pottermore, projeto da autora, lançado em 2012, que disponibiliza conteúdo inédito e exclusivo do universo Potter.

 

Bônus:

Você sabia que nós passamos todos esses anos pronunciando errado o nome do vilão Voldemort? Pois é! De acordo com a escritora J.K. Rowling, criadora do personagem, o nome do Você-sabe-quem sempre deveria ter sido pronunciado com o T mudo. Assim, ó: Voldemor. No entanto, essa informação nunca chegou até os produtores e o elenco do filme. Agora, com a peça, esse erro histórico deve ser corrigido. Portanto, não estranhe se daqui pra frente você começar a escutar uma pronuncia diferente para o nome daquele-que-não-se-deve-nomear.

Veja mais fotos da peça “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada”:

 

Colaboração de Léo Jannuzzi.

Léo Jannuzzi
Jornalista, servidor público, músico amador, leitor voraz, entusiasta da cultura pop e usuário de aplicativos de relacionamento.