Resenha: "Hotel Transilvânia 2" (Genndy Tartakovsky, 2015) • MAZE // MTV Brasil
FilmesPostsResenhas

Resenha: “Hotel Transilvânia 2” (Genndy Tartakovsky, 2015)

Leonardo Drozino3961 views

A continuação da animação Hotel Transilvânia acontece de forma bem fluída e natural. Nada forçada, como o que ocorre com muitas franquias de sucesso por aí. Em Hotel Transilvânia 2, o Hotel é liberado para humanos também conviverem ao lado da grande variedade mitológica de monstros. Essa novidade, rende muitas cenas divertidas e espontâneas, enquanto o enredo maior se desenvolve: Mavis e Jonathan se casam, e eventualmente nasce Dennis, filho do casal.

Hotel_Transilvania_2_review___2_MAZEBLOG

Mas Dennis não desenvolve nenhuma característica de vampiro  a princípio, e sua mãe começa a se preocupar com sua segurança em meio a monstros tão fortes e agressivos, em contraste com a delicadeza de seu filho. Logo, ela começa a planejar sua mudança para a cidade natal de seu marido, onde poderiam criar o pequeno em completa segurança no mundo dos humanos… porém, um mundo não tão divertido assim quanto o seu.

Quem não fica nada feliz com essa ideia é o pai de Mavis, Drácula, que combina um plano com seu genro para distrair sua filha durante um final de semana, onde ele tentará despertar os dons de vampiro de seu neto.

Hotel_Transilvania_2_review_3_MAZEBLOG

E é aí que a aventura toda começa. O filme, assim como o primeiro, não oferece um drama lá muito complexo e profundo, mas cumpre completamente com a sua proposta de entreter. E apesar das crianças serem o óbvio público alvo, o filme surpreende muito pela qualidade e inteligência do humor em seus diálogos, provando ser capaz de servir não só para distração dos filhos, como ser também um divertido programa para casal.

Leonardo Drozino
Escritor, redator do MAZE e cupido nas horas vagas.