Diário de Bordo CCXP 2017: No primeiro dia oficial, os cosplays dominaram a cena • MAZE // MTV Brasil
CoberturasGeekLazer e EntretenimentoPosts

Diário de Bordo CCXP 2017: No primeiro dia oficial, os cosplays dominaram a cena

Luiz Henrique Oliveira1063 views

É absolutamente impossível fazer qualquer comentário sobre um evento como a Comic Con sem fazer um comentário sobre as pessoas que saem de suas casas — às vezes, elas vêm de muito longe — vestidas como seus personagens favoritos, passeando pelos corredores e se tornando, em vários casos, uma atração à parte: os cosplayers sempre dominam a cena, e no primeiro dia oficial da CCXP 2017 não foi diferente.

Na quinta-feira, dia 7 de dezembro, muito antes dos portões da São Paulo Expo Center se abrirem, a fila estava tomada por personagens de jogos, filmes, séries e animações. Uma quantidade enorme de Marios, Luigis, Legolas, Harry Potters… havia de tudo que se pudesse imaginar, dos mais famosos cânones* até os mais undergrounds. Conversamos com um dos cosplayers que aguardavam na fila, esperando o momento de entrar e se divertir no enorme pavilhão.

Fábio tem 23 anos e estava vestido como Sirius Black, o tio de Harry Potter que apareceu pela primeira vez em O Prisioneiro de Azkaban, filme dirigido pelo Alfonso Cuarón em 2004. Ele veio de Fortaleza de ônibus apenas para participar da Comic Con. Disse que era um sonho antigo, pois sempre acompanhava pela internet a repercussão da CCXP e queria muito participar. Juntou dinheiro o ano inteiro para comprar a passagem e pagar a hospedagem, e finalmente conseguiu — sua caracterização estava impecável, apesar de não ter o rosto parecido com o de Gary Oldman, o ator que interpretou o personagem na série de filmes da Warner Bros.

Assim como Fábio, centenas de pessoas aproveitaram os momentos na Comic Con Experience para dar vazão a um desejo antigo: ser e viver como os seus personagens favoritos, e aproveitar minutos de fama agindo como os próprios e tirando fotos, dando autógrafos, enfim: sendo reconhecidos pelo trabalho e esforço na caracterização. Antes de ser um evento para conhecer as novidades do mundo geek, a CCXP também é marcada pelo encontro de pessoas comuns com a realização de seus sonhos.

Luiz Henrique Oliveira
Nasceu no interior de São Paulo em 1986 e escreve sobre cinema em blogs desde 2004. Curte drama, comédia e ficção científica, mas ama mesmo O Poderoso Chefão. Tem interesse no mundo geek, em música brasileira e pode ser facilmente confundido com o Chico Bento pelas ruas da capital paulista.